• Cachoeiras Seguras

NATUREZA - Segurança e Sustentabilidade

Tratando-se de Turismo, juntamo-nos ao coro: “Da natureza nada se tira a não ser fotos, nada se deixa a não ser pegadas, nada se leva a não ser recordações”



Natureza é vida


Qual a relação entre sustentabilidade e segurança? A relação mais evidente está na própria definição de sustentabilidade. O conceito foi cunhado e divulgado a partir de 1972 - na Suécia - durante a reunião da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano (United Nations Conference on the Human Environment - UNCHE). É um conceito abrangente que transita pela política, economia, filosofia e outras ciências sociais, assim como engenharias e outras ciências exatas. Se refere ao uso de recursos energéticos, à proteção de ecosistemas e ambientes naturais, com o objetivo de preservar a saúde humana e ecológica frente às inovações, para que essas não ameacem a vida.


A proposta contida no conceito de sustentabilidade é importante e rica em possibilidades de estudos e planejamentos exatamente porque não separa o homem da natureza, ao contrário trata-os como um todo, mostrando que a vida humana só prevalecerá em um cenário de conservação da natureza. Só existe segurança, para nós humanos, na continuação da natureza com todos os seus recursos. A atividade humana predatória, em qualquer setor, destrói os recursos fundamentais para a continuação da vida; é uma ameaça para contemporâneos e uma sentença para gerações futuras.


Quando falamos em NATUREZA logo pensamos no “universo físico”, no que encontramos como “dado”, no que não foi construído por nós. Geralmente nos excluímos, mas nós SOMOS PARTE DELA. Natureza se refere à vida mesma.


VIDA é também um conceito abrangente, com inúmeras definições, mas por meio desse conceito fica mais fácil nos sentirmos incluídos, juntos a tudo que vive: água, plantas, animais etc. Vida é, nesse sentido, o processo contínuo de transformação de seres organizados. Não é uma entidade abstrata, é o processo de viver, o modo de existência. Essas ideias nos remete de volta para a natureza e sua sustentabilidade.



DIA DA NATUREZA


Em 1931, ecologistas reunidos na Itália instituíram o dia 04 de outubro como Dia da Natureza. Escolheram essa data por ser o dia de São Francisco de Assis na Igreja Católica. A intenção era incentivar a reflexão sobre a preservação dos ambientes naturais e dos animais, assim como a importância e influência que eles têm nas nossas vidas e alertar sobre nossas atividades cotidianas ou temporárias, que, de uma forma ou de outra, atentam contra a integridade da Natureza.


São Francisco de Assis é conhecido como protetor dos animais e da natureza, sua iconografia baseia-se em imagens dele em meio a animais e plantas. Nasceu em 1182 e sua história é cheia de episódios relativos à proteção e respeito tanto à natureza em geral, quanto aos seres humanos - a própria Ordem dos Franciscanos, fundada por ele, é considerada um avanço no Catolicismo da época.


A criação do Dia da Natureza (alguns países se referem como Dia dos Animais) resultou da vontade de gerar discussões e programas educativos com relação a nossas atitudes para com a natureza, reflexões sobre como usamos recursos naturais individualmente ou em larga escala nas industrias etc., como nos comportamos em ambientes naturais seja para o lazer, seja para qualquer atividade produtiva. Internacionalmente é o dia no qual se alerta para os problemas gerados pela nossa atitude predatória e/ou irresponsável para com nosso ambiente natural imediato.


Turismo de Aventura, segurança e risco em atividades na natureza, temas centrais de nossa campanha #cachoeirasseguras, se insere no cerne dessa questão. A própria presença humana em ecosistemas, até então intactos, gera transformações e minimizá-las é mais que desejável, é responsabilidade para com a vida e as gerações futuras.


Respeitar a natureza, pensar em preservação, é pensar em segurança humana. Trilhas erodidas, por exemplo, são reflexo não só do desmatamento na sua criação, mas também na continuidade do uso, com usuários arrancando vegetação ou abrindo trilhas secundárias aleatoriamente, com negligência de administradores de parques privados ou públicos. Lixo plástico e/ou orgânico deixado em trilhas, campings, cachoeiras, praias e rios, parece um problema menor, no entanto, é um dos principais problemas: atraem répteis e insetos, poluem as águas, levando a um inevitável processo de degradação e ameaça! O lixo urbano é um problema conhecido e nos últimos anos o lixo acumulado em montanhas, cachoeiras, praias, rios ou qualquer ambiente de recreação na natureza tornou-se um dos agentes de risco à saúde e segurança humana.


A integridade dos ambientes naturais que visitamos é um dos fatores fundamentais de segurança nesses locais. Preservar essa integridade é dever de todos: proprietários, gestores e turistas.


A data comemorativa é um referencial, uma ampliação do alerta para que repensemos nossa ATITUDE COTIDIANA em relação à natureza. Pense nisso todos os dias quando sair para a praia, para um banho de rio ou cachoeira, para um passeio de lancha, para pegar uma trilha ou curtir o fim de semana em um camping, enfim, “não deixe nada além de suas pegadas, não leve nada além de suas lembranças”.


. não deixe lixo para trás

. não arranque plantas por menores que sejam

. não corte árvores

. não alimente animais selvagens

. não derrame líquidos industrializados nas águas

. ao acender fogueiras, cuidado com os ventos

. não deixe pontas de cigarro à toa

. atenção com manuseio de plásticos e objetos não-biodegradáveis

. não pesque em época de desova


Fertilidade, harmonia e geração


Desde a antiguidade e em praticamente todas as culturas, a imagem da MULHER é associada à imagem da NATUREZA. Essa associação é essencialmente fenomenológica, destacando em ambas: os ciclos, a fertilidade, a gestação, a harmonia e a beleza. Encontramos uma espécie de imagem sagrada, Feminino Divino ligada à Natureza e geradora de mitos, rituais e artes. O elemento mais forte nesse imaginário é o de MÃE NATUREZA, imagem atemporal que mantém a humanidade ligada à idolatria da Natureza. É certo que a civilização resulta de subjugá-la, mas é certo também que sem a tradição secular, que com essa associação enfatiza o respeito, estaríamos com maiores dificuldades frente à devastação.


#cachoeirasseguras lembra o DIA DA NATUREZA todos os dias e em 4 de outubro, junto a todos, celebra e alerta para a importância da preservação e segurança. Respeitar a natureza é manter nossa existência.


Pela necessidade de mais segurança na relação do ser humano com a natureza – eterno aprendiz – esteja com a sua mente alerta. A Preservação da Natureza e a Gestão de Segurança é para proteção da sua maior riqueza: A VIDA!



Ilustrações: under CC0 License exceto a última produzida por #cachoeirasseguras

108 visualizações
#cachoeirasseguras  #waterfallsafety

Cachoeiras Seguras procura alertar o público, os consumidores do Turismo de Aventura e Ecoturismo, para os riscos inerentes às atividades típicas desse turismo e para a necessidade de buscar informação sobre segurança quando contratarem serviços oferecidos, quando visitarem parques naturais ou propriedades privadas que oferecem atividades na natureza. Uma campanha de conscientização de segurança e risco, chamando a atenção para a responsabilidade empresarial e dos consumidores e que, por isso mesmo, contribui para a formação de um público exigente, base para a melhoria no setor.

 

 

Waterfall Safety works to alert the public, the consumers of Adventure Tourism and Ecotourism, to the inherent risks found in the typical activities of this sector of tourism and to the need to look for information on safety when contracting services offered, when visiting National Parks or private properties that offer activities in natural environments. A security and risk awareness campaign, drawing attention to corporate and consumer responsibility, and thereby contributing to the formation of a demanding public, the basis for improvement of this industry.

Junte-se à minha lista de contatos
Subscribe to receive news
  • White Facebook Icon

© 2018 cachoeirasseguras - Agradecemos Bayron Valença - Thanks to Bayron Valença the criator of our logo and website - cachoeirasseguras@gmail.com